Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/discove1/public_html/news/header.php:4) in /home/discove1/public_html/news/header.php on line 9

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/discove1/public_html/news/header.php:4) in /home/discove1/public_html/news/header.php on line 9
discoverazores.org

MiratecArts leva Açores mais além

2016-05-26

MiratecArts leva Açores mais além, através das artes e artistas no Fringe

 
Conversa sobre parcerias e arte de reciclagem foram os temas da passada quarta-feira no Azores Fringe, o festival internacional de artes dos Açores para o mundo.

Fringe é um movimento de artistas colaborando com artistas, com eventos em cerca de 300 localidades no mundo. Na sua quarta edição, o Azores Fringe pretende aproximar cada vez mais os Açores a estas comunidades, promovendo, assim, o arquipélago num mercado que praticamente o desconhece.

A cidade da Horta, na ilha do Faial, mais propriamente no Banco de Artistas, foi anfitriã de uma conversa sobre parcerias e empreendedorismo criativo, que levou várias entidades a juntarem-se e assim criando um triângulo internacional, em que os Açores também fazem parte.

A Luso-Canadiana Suzana Barbosa fundou a Mess Hub em 2015, uma comunidade de empreendedores criativos, onde artistas pensam como empreendedores e empresas pensam de forma criativa. Indústrias criativas contribuem mais de 600 biliões de dólares na União Europeia. A MiratecArts e a Mess Hub estão assim aproximando os Açores à Dinamarca e ao Canadá onde almejam juntos um projeto de colaboração e inovação. No verão de 2016, a MiratecArts juntar-se-á à Mess Hub para revelar uma plataforma de residências criativas no mundo, que inclui o Azores Fringe Festival, nas ilhas dos Açores.

Na mesma noite, o Fringe apresentou a artista Rocio Matosas (Uruguai) e a sua exposição Bestiário, de esculturas com base em materiais achados. "Teu lixo é minha arte" levou a artista a desenvolver uma instalação utilizando materiais encontrados no Centro de Processamento do Faial, assim, também deixando algo único na ilha azul. "Ao longo de minha carreira tanto como escultora como diretora de arte tenho realizado um trabalho profundo reciclando materiais. Tenho aprendido a ver cada peça de outra perspectiva, revelando o seu possível potencial para fazer parte de algo novo, redescobrindo as suas formas e os seus possíveis usos. Cada elemento que chega às minhas mãos tem um lugar predestinado: eu simplesmente os uno e eles se transformam, transmutam e criam uma nova dimensão, um novo universo espaço-tempo onde se desenvolvem."

A exposição pode ser visitada no Banco de Artistas (Faial) de Terça a Domingo das 16h às 19h. Na próxima terça-feira, 31 de maio, pelas 21h30, no piso 1 do mesmo espaço, a Expo Fringe abre com pinturas de Pieter Adriaans (Holanda/São Jorge) e Cláudia Furtado (Faial), e ilustrações de Vera Betttencourt (Graciosa), Vânia Magalhães (Lisboa) e Marta Nunes (Alentejo).

O Azores Fringe acolhe, nesta quarta edição e nas 9 ilhas, o trabalho de 220 artistas de 32 países. www.azoresfringe.com


DEIXE A SUA OPINIÃO
LEAVE YOUR OPINION

OUTRAS NOTÍCIAS
OTHER NEWS

Galeria Costa no Azores TOP 10

2017-10-11 00:12:58

Galeria Costa nomeada para o Azores Top 10

 ...

LER +

Açores no Canadá

2017-10-01 23:37:41

MiratecArts apresenta fotógrafos açorianos ao Ca...

LER +