Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/discove1/public_html/news/header.php:4) in /home/discove1/public_html/news/header.php on line 9

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/discove1/public_html/news/header.php:4) in /home/discove1/public_html/news/header.php on line 9
discoverazores.org

O Vulcão em dança...

2016-01-19

O Vulcão em dança aqueceu as audiências do Montanha Pico Festival

 
O palco jardim do Auditório do Museu dos Baleeiros nas Lajes do Pico estava em fogo, quando neste passado fim de semana o Montanha Pico Festival apresentou o mais recente trabalho de coreografia da bailarina Sofia Sousa. A dança intitulada "O Vulcão" foi um dos eventos especiais do festival de temática montanha.

"A natureza bruta, a imponência de uma montanha, tendo o próprio Pico como referência e a força energética dos vulcões foram conceitos que mantive presentes nesta criação," diz a coreógrafa Sofia Sousa. "A coreografia inicia-se a partir do interior da montanha, do cerne da terra, das entranhas. A própria majestosa montanha do Pico serviu várias vezes de inspiração para a criação coreográfica."

Já na primeira edição do festival, Sofia Sousa tinha criado o bailado contemporâneo "The Rise 2351m", alusivo à subida ao ponto mais alto de Portugal. Este ano, foi mesmo com fogo, cuspido por João Matos, e uma indumentária das bailarinas da cor da lava vulcânica, que a audiência aqueceu durante a tarde de inverno. Seis jovens bailarinas apareceram como lava no jardim do Museu e deliciaram a audiência, em lotação esgotada no auditório de escolha. Para alicerçar a coreografia à ilha foi escolhida uma música composta pelo picaroto contemporâneo, “Entre Céu e Mar” de Hélder Bettencourt.

Montanha Pico Festival continua com programação até 31 de janeiro, incluindo concerto de violoncelo no topo do Pico, lançamentos dos livros "Montanhas" de Madalena Matoso e "Passo a Passo" de Pedro Cuiça, e a estreia açoriana do filme de Jean-Jacques Arnaud "A Hora do Lobo". Todas as quartas-feiras é noite de filmes curtas na Miratecarts Estádio Municipal da Madalena. Aos domingos à tarde é o Chá na Casa da Montanha com apresentações artísticas e histórias de aventuras montanhosas. www.picofestival.com



DEIXE A SUA OPINIÃO
LEAVE YOUR OPINION

OUTRAS NOTÍCIAS
OTHER NEWS

Lajes das Flores abraçou o Fringe

2018-06-17 14:57:54

Lajes das Flores abraçou o Fringe

<...

LER +

Maria Simões é Luna, a palhaça

2018-06-13 07:11:43

Há 6 anos a meter o nariz no maior festival de...

LER +