Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/discove1/public_html/news/header.php:4) in /home/discove1/public_html/news/header.php on line 9

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/discove1/public_html/news/header.php:4) in /home/discove1/public_html/news/header.php on line 9
discoverazores.org

Performance no Fringe, motor de intervenção social

2015-07-01

Performances no Fringe como motor de intervenção social

A terceira edição do Azores Fringe Festival abraçou projetos de vários artistas incluindo das áreas performativas.
Bailarina Sofia Sousa apresentou a estreia da dança contemporânea "Vulcão", músico Daniel Pena interveio com vários instrumentos de sopro, a escritora Tânia Cabral levou a sua poesia a atuação. Em termos musicais, a programação foi mais extensa com vários grupos a participar. No área do teatro a questão do ser artista foi levada ao palco do Auditório do Museu dos Baleeiros pelo grupo Juventute Virtutis da ilha de São Jorge e a vida em comédia pelo Grupo Teatro Mensagem de São Roque do Pico a se apresentar no Átrio da Câmara Municipal da Madalena.
Em termos de artistas a solo, Maria Simões voltou pela terceira vez ao festival com sua palhaça Luna. Suas participações no Fringe surpreenderam muita audiência desde a Gare Marítima da Madalena à Santa Casa da Misericórdia.
"De ano para ano, acentuo o lado social das minhas intervenções, " diz Maria Simões, "e este ano, como todas as vezes, o que mais me tocou foi ver nascer lágrimas de emoção e alegria em olhos que normalmente são tristes. Aconteceu no Terminal Marítimo da Madalena, enquanto esperava o meu amor. Aconteceu no Lar da Santa Casa da Misericórdia, de doutora palhaça, cantando e jogando dominó de braço dado com o Alzheimer, a solidão e a sabedoria esquecidas. Aconteceu com as crianças de 3 a 5 anos que falam olhos nos olhos de toda a honestidade e daí surgem todas as verdades do mundo. Aqui, outro mundo possível está a nascer. A gratidão de um povo e o reconhecimento de uma obra levam anos a criar."
Maria Simões, multi-artista, fundadora de Descalças Cooperativa Cultural, recebeu prémios na área do teatro, do cinema e da dramaturgia. Profissional desde 1994, criou inúmeros projectos artísticos de forte intervenção social e comunitária. Os seus trabalhos reflectem o encontro de várias áreas artísticas que procuram uma comunicação estreita com o público a quem se dirigem. Estudou Psicologia e frequentou o Master em Criatividade e Inovação (Galiza, Espanha).


DEIXE A SUA OPINIÃO
LEAVE YOUR OPINION

OUTRAS NOTÍCIAS
OTHER NEWS

Pedro Silva no Azores Birdwatching Arts ...

2017-10-17 21:39:08

Fotógrafo Pedro Silva destacado no Azores Birdwat...

LER +

Galeria Costa no Azores TOP 10

2017-10-11 00:12:58

Galeria Costa nomeada para o Azores Top 10

 ...

LER +