Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/discove1/public_html/news/header.php:4) in /home/discove1/public_html/news/header.php on line 9

Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/discove1/public_html/news/header.php:4) in /home/discove1/public_html/news/header.php on line 9
discoverazores.org

Três livros apresentados no Montanha

2018-01-23

Três livros apresentados no Montanha


A quarta edição do Montanha Pico Festival trouxe à ilha do Pico 3 autores para apresentarem as suas últimas obras. Na já cobiçada e famosa tarde de Chá na Casa da Montanha, a MiratecArts apresentou o catalão Enric Enrich, o micaelense Almeida Maia e a escritora nativa de Leiria, com vários anos de experiências nos Açores, Carla Veríssimo.

"As montanhas têm um magnetismo e imponência incríveis. A montanha do Pico reflete isso e muito mais. Está tão envolta de brumas, como de histórias, de lendas, como de sorrisos, de gentes, como de rochas," expressa a poetisa Carla Veríssimo que deu vida aos textos que acompanham as fotografias de Enric Enrich no livro Atlantis.

Com uma edição limitada a 250 cópias, Atlantis foi construído pelas mãos do próprio fotógrafo-designer-autor que depois de 6 anos no arquipélago decidiu expressar-se através deste livro único de imagens e poemas. Carla Veríssimo também apresentou seu livro de poemas viajando pelos Açores, Entrilhas.

Almeida Maia, já conhecido das audiências da ilha montanha, depois de ter apresentado Capítulo 41, na Gruta das Torres, voltou para apresentar um livro que só é livro quando o adquirem online. "A apresentação do e-book A Escalada de um Manco, no Festival Montanha, permitiu-me reviver o contato com a ilha e com os seus leitores," diz o autor Almeida Maia, acrescentando, sobre o programa do fim de semana, que "celebrou-se a amizade e a criatividade no apaixonante cenário da montanha. Foi uma experiência arrebatadora.”

O Festival Montanha continua até 2 de fevereiro com as noites de cinema, às terças, no Museu dos Baleeiros, e a semana de encerramento com programação em parceria com o Parque Natural do Pico a comemorar os 300 anos das explosões dos últimos vulcões na ilha. www.picofestival.com


DEIXE A SUA OPINIÃO
LEAVE YOUR OPINION

OUTRAS NOTÍCIAS
OTHER NEWS

Lajes das Flores abraçou o Fringe

2018-06-17 14:57:54

Lajes das Flores abraçou o Fringe

<...

LER +

Maria Simões é Luna, a palhaça

2018-06-13 07:11:43

Há 6 anos a meter o nariz no maior festival de...

LER +